ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1
25 Ago 2016

O impeachment que pode salvar o PT

Sem dúvida, o PT é o partido mais interessante do ponto de vista histórico e da conquista política. Ainda me lembro de sua gênese. Dizia-se naquele tempo que o PT era um partido de gente sem formação. Dizia-se que qualquer pessoa simples podia ingressar em seus quadros e concorrer. Pipoqueiro.

0
1
23 Ago 2016

BRASIL DE MENTIRINHA

Eu sempre fico impressionado com o esforço de países durante a Copa e a Olimpíada. Impressiona-me quanto se investe e quanto se gasta. Milhões. Bilhões. Eu fico impressionado ao constatar quanto as maiores potências do planeta estão dispostas a gastar com algo que de “nacional” tem muito pouco, sendo, esses

0
1
19 Ago 2016

BELÉM, UM PASSEIO COM SEREIAS E BOTO

Ontem, feriado, resolvi fazer uma caminhada diferente. Ainda cedo, saí dos entornos da Praça Batista Campos para ir ao Ver-o-Peso. Não tinha intenção nenhuma de escrever sobre isto, mas o que vi acabou virando a pauta. Belém é uma cidade bonita, não resta dúvida, principalmente o que nos foi legado

0
1
16 Ago 2016

A CURA DE JÉSSICA LOREN

Foi no final de 2014 que fiquei sabendo do estado de saúde de Jéssica Loren. Neuza Leite, uma amiga Promotora de Justiça no Estado do Amapá, ligou-me para perguntar se eu podia viajar até aquele Estado para orar pela menina Contou-me que a jovem de dezessete anos ouvira falar sobre

0
1
11 Ago 2016

BRASIL DE ALMA EMBARGADA E INFRINGIDA

A expectativa de novo julgamento no caso conhecido como Mensalão trouxe a público um dos recursos jurídicos mais afastados do senso comum: embargos infringentes, uma ferramenta cabível contra certas decisões de instâncias superiores. Sem adentrar nos meandros desse fato do STF, vamos nos deter mesmo na sintomatologia que provém de

0
1
09 Ago 2016

EMOÇÕES LÍQUIDAS

A subjetividade não pode ser mensurada. No máximo, mensuramos as consequências dela. Adjetivos são empregados para exprimir a qualidade das emoções. Assim, dizemos que a raiva de alguém é uma coisa passageira. No Direito Penal, dizemos que a morte teve motivo fútil, que o ato é doloso ou culposo. Dizemos

0

LIVROS

AMADO JESUS

EXPERIÊNCIAS DE FÉ

SHARE

HOME PAGE ATUAL