ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Doação de alimentos para os venezuelanos

Como parte do aniversário das Assembleias de Deus no Brasil, o Ministério Evangelístico Amigos da Oração, sediado em Belém, lançou uma campanha de arrecadação de gêneros alimentícios para atender às famílias venezuelanas que estão em nossa cidade. A ideia é abastecer a despensa desses estrangeiros que vieram a Belém fugindo da fome que grassa aquele país.

O lançamento da campanha ocorreu sábado, 16, durante o programa Amigos da Oração, que foi ao ar, ao vivo, às 13 horas numa rádio local. Ali mesmo começaram a chegar as primeiras doações. A meta é arrecadar quinhentas cestas básicas, de modo a suprir os venezuelanos durante o mês de julho e este restante de junho.

A ideia nasceu embalada pelo espírito de fazer missões transculturais, algo tão inerente à história da Assembleia de Deus. No caso específico, um tipo de missão diferente, porque naturais daquele país vieram até nós, o que muito facilita a execução do projeto missionário.

A Venezuela vive um estado de calamidade. Milhões de pessoas estão passando fome ou subnutridas. Faltam medicamentos e os hospitais que seguem funcionando estão sucateados. Além da miséria social, não há liberdade de manifestação nem de imprensa.

Por outro lado, o Ministério Amigos da Oração tem procurado ajudar pessoas carentes todos os dias, sem, todavia, conseguir alcançar a demanda venezuelana. Já se tornou comum vermos mulheres rodeadas de crianças pedindo esmolas nos semáforos da nossa cidade. Embora paliativa, a ajuda em alimento é muito importante para atender essas famílias carentes.

O posto de coleta está localizado na Travessa Nina Ribeiro, 288, Canudos, entre Cipriano Santos e Roso Danin. O posto funciona em horário comercial. É importante evitar gêneros perecíveis, como carne e frango porque o espaço não tem condições de conservar esses alimentos em refrigeração.

Anualmente, o Ministério Amigos da Oração tem desenvolvido alguma atividade espiritual durante o período de aniversário do movimento pentecostal brasileiro. Em 2017, houve oração durante todo o mês de junho nas programações de rádio do ministério. Mas, neste ano, a ideia é converter o amor a Deus em um gesto que abençoe o próximo.

É preciso notar que iniciativas transculturais assim são inéditas, se considerarmos parte do segmento evangélico. Em tempos de pregação de teologias que enriquecem pastores e bispos, não vemos a atenção devida aos estrangeiros que estão conosco, afinal de contas esses venezuelanos nada têm para ofertar a igrejas.

Foi dentro dessa linha contrária à teologia da prosperidade que se percebeu que esses refugiados da fome não têm recebido a devida atenção. Então, nada mais significativo em matéria de evangelização que dar pão a quem tem fome. O objetivo, portanto, é alcançar esses venezuelanos que nada têm de material a retribuir e, desse modo, marcar a data de 107 anos da Assembleia de Deus com esse gesto.

Exatamente ontem, 18, a Assembleia de Deus completou mais um ano de existência. Milhares de pessoas estiveram reunidas em Belém para comemorar a data. Agora, o Ministério Amigos da Oração, com laços de união à igreja, espera que muitos se mobilizem para ajudar os refugiados venezuelanos que estão morando em Belém.

Até o fechamento desta edição, poucas cestas haviam sido coletadas. Se você tem condições de ajudar essas famílias, faça também a sua doação. A campanha irá o dia 30 deste mês, porém, quanto antes ajudar, melhor. Só há um posto de coleta, na Travessa Nina Ribeiro, 288. Maiores informações pelo fone (91) 3246-0434 e WhatsApp (91) 98094-5525. Participe da campanha!

Rui Raiol é escritor (Site: www.ruiraiol.com.br)