EXPERIÊNCIAS DE FÉ

Curado de gastrite

Em 1992, fui acometido de uma terrível gastrite. Em questão de semanas, perdi vários quilos e nada conseguia para em meu estômago. Tão logo me alimentava, instalava-se uma crise de vômito e diarreia.

Certa noite, após o jantar, muito debilitado, senti o quadro prenunciar-se mais uma vez. Um enjoo tomava conta de mim. Eu sabia que a digestão estava mais uma vez prejudicada. Então, orei pedindo que Deus não permitisse que eu lançasse fora aquela refeição, pois há dias não conseguia mesmo me alimentar. Deitado numa rede, orei assim, e adormeci.

Pela manhã, o café foi bem recebido. Nenhum sinal de enjoo. Meio-dia, fui a um restaurante e almocei uma feijoada completa. Nada. Eu sabia que algo havia acontecido comigo enquanto adormecera.

Dia seguinte, um sábado, fui até o Mercado Ver-o-Peso e comprei dois itens da culinária paraense: camarão e açaí. Era a prova definitiva da cura! Até hoje, nunca mais soube o que foi uma simples azia.

Há situações em que Deus nos atende sem pedirmos. No meu caso, queria apenas continuar alimentado. Porém, Jesus, que é tão bondoso, curou-me. Não houve fé. A base de todos os milagres é a grande misericórdia de Deus. E foi assim que Ele me curou.