ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Crescimento pessoal durante a pandemia

A presente pandemia constitui um divisor de águas em muitos aspectos. Depois que a situação for controlada, algumas pessoas se arrependerão de terem desperdiçado tempo, pois, apesar da situação que enfrentamos, é possível fazermos muita coisa em matéria de estudo e trabalho.

Nos programas de rádio que apresento nesta semana, estamos tratando de crescimento pessoal cujo conteúdo provém do livro que publicamos no final de 2020. O começo de cada ano é um tempo excelente para se planejar e investir em nosso aperfeiçoamento.

A otimização dos tempos de pandemia é muito importante para os resultados que buscamos. Desde atividades estritamente pessoais, como a prática de exercícios físicos, cuidados com a alimentação e outras disciplinas, podemos avançar para projetos que incluam participar de um curso, estudar para concursos públicos, aprender novo idioma etc.

Se por um lado a pandemia nos fechou em casa, o mundo vive uma revolução em matéria digital. De uma vez, nossa geração foi obrigada a utilizar mais racionalmente os recursos tecnológicos de que dispomos. Isto nos proporciona frequentar aulas online e realizar um mundo de coisas que antes só podíamos fazer presencialmente.

É importante que planejemos nossa formação profissional e curricular. Independentemente de nossa idade, trabalhemos bem o que pretendemos. Leia. Pesquise. Procure coisas boas para se ocupar neste ano. Como em toda crise, no final haverá ganhadores e perdedores.

O divisor de águas a que me refiro, neste aspecto, tem a ver com os ganhos ou perdas que poderemos ter depois que a situação pandêmica for normalizada. Vencerá mais facilmente quem tiver aproveitado bem este período sombrio. Quem quiser planejar somente depois da pandemia, será surpreendido por outros que não pararam, apesar de viverem a mesma crise.

Paradoxalmente, a pandemia gerou mesmo uma série de oportunidades em casa. Além do trabalho online, temos uma gama de cursos e outras atividades para aproveitarmos muito bem a situação atípica que vivemos.

Mesmo quem não tem objetivo acadêmico ou de aperfeiçoamento profissional, pode, como dissemos, utilizar bem este ano para realizações pessoais. O importante é não transformar o tempo disponível em problema, um tipo de complicador, pois é justamente o contrário.

Por fim, aproveitando o espaço, queremos parabenizar também a nossa cidade. Belém precisa de maior atenção pelas autoridades públicas. Vivemos em uma grande cidade, infelizmente, com muitos cenários de cidade atrasada. Torcemos pela nova administração. Que os homens públicos tenham sensibilidade pela causa humana, pela natureza, pelos animais, pelas pedras do nosso rico patrimônio histórico. Parabéns, Belém!

Rui Raiol é escritor.

Publicado no jornal O Liberal em 12/1/2021

(Site: www.ruiraiol.com.br)