ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Coronavírus e verdade

A pandemia de coronavírus é um grande espelho para a humanidade, para todos. De repente, um ser microscópico aparece para mostrar quem é quem sobre o planeta Terra. Nada escapa de sua poderosa lente. Individualmente e em grupo, seres humanos mostram a cara, mesmo sem querendo mostrar.Individualmente, a reação do ser humano é inevitável perante esse grande espelho. Hábitos de saúde. Sociabilidade. Disciplina. Educação. Caráter: tudo refletido à luz. Ficamos impressionados de ver quanta gente despreza o mais comezinho alerta contra esse vírus. Ficamos assistindo a comportamentos nitidamente irracionais e capazes de matar multidões e seus próprios protagonistas. Ficamos chocados em constatar quanto brasileiro há cuja mentalidade é algo indigno de ser analisado à luz da coerência. O grande espelho do coronavírus está realmente assustando tanto quanto, senão mais, a patologia física que provoca. É assim que vemos como grande perigo à saúde pública essa pandemia em solo brasileiro. Diferente da Itália, será árdua missão convencer muitos brasileiros a não expor outras pessoas, pois, quem não pensa em si mesmo, como poderá pensar em outrem? É duro acreditar nessa imagem refletida. O povo brasileiro, em parte, é desregrado e tende a se aproveitar das circunstâncias para se locupletar. Esta é uma imagem de outros espelhos, tais como daqueles que refletem acidentes rodoviários onde, do nada, surge um exército pronto não a ajudar, mas a furtar a carga tombada pelo infortúnio. É lamentável contrastar essa imagem com outros espelhos moralistas e até religiosos, capazes de nos fazer ver que o cenário muda, mas não mudam alguns protagonistas.O coronavírus é um grande espelho da  verdade política. Governos sérios trabalham; medíocres, locupletam-se ainda mais. Ficamos estarrecidos em constatar que o nosso sistema de saúde não tem a mesma qualidade de informação e tecnologia que detém a matéria eleitoral. Talvez mais pelo interesse de políticos – e menos pela cidadania – somos recordistas mundiais em votação e apuração. Nossas urnas eletrônicas causam inveja ao poderoso Estados Unidos. E a saúde, como vai? Vai muito ruim no Brasil. Não temos estrutura médico-hospitalar para enfrentar uma pandemia grave. Se na Itália fala-se que já se “escolhe” quem deve sobreviver nos hospitais, imagine aqui.Não há mesmo nada que escape da poderosa lente do coronavírus. Oramos a Deus para que essa praga seja dizimada no mundo. Oramos para que a sabedoria divina leve-nos logo a uma vacina eficaz. Oramos para que a verdade prevaleça, pois está sendo claramente exposta diante dos nossos olhos.

Publicado no jornal O Liberal em 17/03/2020
Rui Raiol é escritor
Site: www.ruiraiol.com.br